Arquitetura

Uma natureza inspiradora

Simples e nobre. Erguida numa forma serena que se enquadra de forma perfeita na paisagem circundante, como um autêntico miradouro para as vinhas. Desenhada de raiz para cumprir uma dupla de função produtiva e de enoturismo, a AdegaMãe impõe-se ainda como uma referência arquitectónica, sendo considerada uma das mais belas adegas portuguesas.

“Perante uma paisagem ondulada, não fazia sentido projetar um edifício que mimetizasse o entorno. Ao invés, por oposição e contraste, propôs-se uma forma pura, um prisma rectângular encaixado na encosta”, explicou o arquitecto Pedro Mateus.

Pedro Mateus, o arquitecto responsável pelo desenho da AdegaMãe, inspirou-se na paisagem circundante, marcada pelo ondular das colinas, e trabalhou essa matéria que considerou “riquíssima”, por oposição e contraste. E assim nasceu uma infraestrutura única, que se destaca pela sua beleza e modernidade.

“Uma das premissas que tivemos foi que a AdegaMãe deveria funcionar como uma moldura gigante deste magnífico quadro natural; é no fundo a resposta a esta vontade expressa que acaba por gerar a sua imagem marcadamente horizontal e de grande serenidade”, conclui.

Hoje, a AdegaMãe é ela própria um tributo ao seu autor, infelizmente já desaparecido. 

 

Obrigado Pedro Mateus!